Homeopatia

A medicina homeopática tem como objetivo a cura do paciente através de um estimulo energético.A homeopatia enxerga o indivíduo como um todo, promovendo o seu tratamento geral, sem tratar somente o órgão afetado ou a mente do paciente. Samuel Hahnemann Médico alemão que viveu no século dezenove quem postulou os princípios da homeopatia. De forma reduzida a homeopatia se baseia em quatro princípios fundamentais:

1- Semelhante cura semelhante: a causa da doença e capaz de curá-la.

2- As experiências com os medicamentos homeopáticos devem ser feitos em indivíduos sãos.

3- Deve ser utilizado um medicamento de cada vez.

4- A dose do medicamento deve ser mínima e dinamizada, ou seja, agitada.



A energia vital é base do raciocínio da doutrina homeopática, servindo de diferenciação entre a medicina alopática e a medicina homeopática. Esta energia responsável pela consumação e manutenção da vida, mantendo o indivíduo em equilíbrio, sustentando-o saudável, se por algum motivo esta energia se desequilibra, a doença se instala.
A cura é obtida a partir de medicamentos oriundos da natureza, podendo ser de origem: mineral, vegetal ou animal, de forma a conseguirmos utilizar seu poder energético através de diluições e agitações sucessivas, ou seja, o medicamento é agitado para liberar energia e esta energia que confere ao medicamento seu poder de curar.
O homeopata agrega aos sintomas descritos do paciente, a observação do animal e a sua resposta frente aos estímulos para a escolha do medicamento adequado.
Indicações:
Na homeopatia tratamos a parte mental como agressividade, medo, ciúmes, traumas junto com os problemas físico, as doenças que o animal estiver desenvolvendo, tendo sua ação em todo o organismo, é indicado então para qualquer problema físico ou mental, podendo ser utilizado com outros métodos sem nenhuma contra indicação.

O Dr. Bach criou uma combinação com cinco de essências florais para ser usados em casos de emergência, stress, após traumas físicos ou psicológicos: Impatiens, Star of Bethlehem, Cherry Plum, Rock Rose e Clematis.

Nos animais usamos florais para tratar de problemas comportamentais como:
Ciúmes;
Medo(de outros animais, pessoas, fogos de artifício, de tomar banho);
Mudança de ambiente;
Saudades;
Abandono;
Carência;
Sumiço;
Destruidor;
Hiperativo;
Traumas;
Agressividade;
Disputa de território;
Não gosta de ficar só;
Distúrbios causados por stress como lambedura das patas, arrancamento de pêlos e penas, demodécica.

Pesquisas recentes sobre as emoções e o sistema imunológico reforçam o ponto de vista de que a saúde emocional e a saúde física estão relacionadas.Os animais também se espelham nas emoções humanas. Isto pode ser parte do seu papel de protetores das pessoas, mas eles sofrem com isto e precisam de ajuda, tornam-se pára-choques das pessoas e assumem a dor, podendo desencadear diversos problemas relacionados ao stress.
Os florais são medicamentos naturais não provocando efeitos colaterais se tomados junto com outras medicações, podendo ser usado preventivo ou coadjuvante a qualquer tratamento.
Compartilhe